Ciosas que nem percebemos



Coisas que nem percebemos.



Dizem que lá só existe verdade


E o bem maior é a amizade


Dizem que lá as palavras são ditas


E as perguntas sempre respondidas.



Dizem que nesse lugar o desejo,


Como um lampejo, não é apenas pretexto


E a dor não se encaixa em nenhum contexto


Dizem que os sentimentos são profundos


E as pessoas não buscam subterfúgios



Há sinceridade dos pensamentos


O comprometimento dos sentimentos


A incrível necessidade de acreditar


Em palavras que do coração brotam,


Da alma suspiram e da vontade se alimentam.



E se esse lugar de fato existisse


E tudo que eu disse se repetisse


Na sua cabeça incrédula


No meu coração vazio


Na noite em que sente frio...



E se nada fosse um erro


E se o amor fosse verdadeiro


E você deixou simplesmente escapar


E você deixou tudo, sem ao menos tentar...



Não direi que perdeu ou ganhou,


Nem que de fato não o encontrou,


Somente que suas palavras ferem


Que sem perceber repelem,


Mas que sempre são uma semente


Levadas pelo vento displicentemente.






Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Discutindo o racismo texto 2 - Desconstruindo Ruth Catala

Discutindo o racismo Texto 1: Piadas racistas

A história que o tempo contou