Onde Você Não Está.


Onde você não está

 

Os lugares em que habito,

Os móveis com que convivo,

Os corredores em que transito,

Nas horas em que apenas sobrevivo...

 

Não me deixam esquecer a Tarde,

Não me permitem apagar a imagem,

Ou ao menos libertar minha vontade...

Pois em tudo me mostram sua miragem.

 

Esta deitada em minha cama,

Sentada em minhas cadeiras,

Chorando por quem não a ama,

Sorrindo com minhas besteiras...

 

Está em todos os lugares

Em que não estou,

Negando-se prazeres,

Esquecendo-se que já me encontrou.

 

Na minha sala é uma doce lembrança,

A sua imagem a partir, uma tristeza,

Ao sentir seus lábios, uma esperança,

No brilho dos seus olhos, uma certeza. 

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Discutindo o racismo texto 2 - Desconstruindo Ruth Catala

Discutindo o racismo Texto 1: Piadas racistas

A história que o tempo contou