Texto 4 - Exposição Psicodrama

Não disse, mas esta sequencia de texto foi da minha Expo Psicodrama, por isso alguns falam de Desenhos - Eles foram apresentados ao lado dos trabalhos.

Coração de Metal




Erros...

Esse desenho foi um erro...

O sentido dele é:

O amor, não é um pingente de metal,

Com uma foto sua e outra de quem se ama

Em formato de coração...

Esse sentimento grande, estranho...

Neste caso preso por galhos frios e distantes.

Um desejo enorme de se dar a quem se quer.

Mas a arvore prende meu amor, e meu coração,

Eu posso ver que amo, mas não posso abrir o pingente,

E saber que foto, além da minha esta lá,

Pois ainda não tenho a chave pra isso.

Meu sentimento esta ai sim...

No entanto, o destinei a pessoa errada.

Ele foi um presente, num dia especial...

E sem querer iludi uma pessoa...

Fiz uma confusão. Erro.

Enquanto quem eu amava me machucava

E não me correspondia, quem estava junto comigo e me amava...

Eu a machuquei, e acabei uma coisa que poderia ter dado certo.

Passado...

Talvez me arrependa de ter perdido a chance

De me libertar pra quem me queria,

Em troca de me fechar por quem me desprezou.

Pense nisso...

Você que acabou de ler esse texto...

Quem sabe você já não esteve, ou esta nessa situação.

O meu conselho é de uma chance...

E não tenha medo de errar nunca...

Pois é do medo de errar que os erros aparecem.





(um dos primeiros desenhos dá libélula).


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Discutindo o racismo texto 2 - Desconstruindo Ruth Catala

Discutindo o racismo Texto 1: Piadas racistas

A história que o tempo contou