Alma Minha...


Alma, Minha.


 


 


Minha alma é, o que me dá coragem de viver.


Que quer sempre mostrar a todos que é única e importante.


 Meu pingente (minha espada) é a sua representação


Que sempre carrego comigo perto do meu coração.


Ela me impulsiona pra frente, quando meu corpo desiste.


Da a mim, um motivo pra abrir os olho todos os dias.


Ela me diz que eu tenho valor,


Diz que faço parte dessa maquina


E que sem mim, tudo para.


Diz que eu tenho alguma coisa pra deixar


Pra todo esse mundo medíocre de pessoas muito


Melhores do que eu, em tudo.


Às vezes gosto de pensar assim, e acreditar...


Acreditar na minha alma.


Mas eu sei que ela mente, e me ilude.


Talvez eu seja apenas o adesivo, de “perigo!”,

Que colocaram nessa grande maquina chamada humanidade.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Discutindo o racismo texto 2 - Desconstruindo Ruth Catala

A história que o tempo contou

Discutindo o racismo Texto 1: Piadas racistas