Chorar... texto 7 acho...


Chorar.


 


 


Não vou mentir, e nem ser hipócrita.


Eu, homem, choro, e não vejo fraqueza nisso.


Tenho a felicidade, sou feliz, não tenho nenhum problema familiar,


Nem coisa parecida.


Talvez eu apenas me odeie, ou não.


Sou infeliz, porque mesmo quando estou com amigos,


Família ou perdido na multidão de desconhecidos,


Eu estou sempre só.


Sempre na solidão, comigo e com o que eu sinto.


Considerei-me sempre como um enfeite, sem importância


Como apenas mais uma nuvem num céu azul,


Que sem, ou com ela, não mudaria a linda visão do dia.


Sei hoje que não é assim, nunca foi.


As pessoas que me conhecem poucas vezes interagem com esse meu lado.


Pois é como se eu tivesse uma camada por cima desse meu eu.


Essa camada tenta viver; ser apenas mais um.


Essa é à parte de mim que todo o resto do mundo interage.


As duas se comunicam é o que o desenho mostra,


Mas a Solitária é sempre a que sofre, pois Ela não tem nada,


E não se comunica com ninguém, a não ser pelos desenhos.


Às vezes Ela, a Solitária, conversa com a camada Protetora.


E essa ao ouvir tudo o que a Solitária queria...


E quanto ela sofre...

A protetora se entristece e tudo que consegue fazer é chorar.

Comentários

  1. :*~*:._.:*~*:._.:*~*:._.:*~*:._.:*~*:._.:*~*:._.:*~*:.Olá... vim conhecer o seu space, e gostei muito!!!!! Um beijinho e fique com Deus. .:*~*:._.:*~*:._.:*~*:._.:*~*:._.:*~*:._.:*~*:._.:*~*:.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Discutindo o racismo texto 2 - Desconstruindo Ruth Catala

A história que o tempo contou

Discutindo o racismo Texto 1: Piadas racistas